CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS

translator

terça-feira, 24 de março de 2009

bate bola

Image and video hosting by TinyPic


Clóvis, ou "bate-bola", é o nome de uma fantasia carnavalesca característica dos subúrbios cariocas, principalmente os das Zonas Norte e Oeste.

Supõe-se que o nome tenha derivado de "clown" (palhaço).

Nos primórdios, a fantasia de clóvis se assemelhava muito com a roupa dos palhaços(sinistros), mas usavam máscaras aterrorizantes. Batendo suas bexigas de boi, bastante fedorentas, batiam não só no chão, mais em todos q viam pela frente os bate-bolas eram o terror da criançada.

Com o tempo, a indumentária foi incorporando novas características e, atualmente, os grupos de clóvis podem ser classificadas em diversos tipos de acessórios, tais como "bola e sombrinha", "leque e sombrinha", "bicho e leque" entre outros.

Bate Bola na decada de 80


Meu bate-bola começou simples, mas existia toda uma moda de bate-bolas com vários adereços. Eu ficava encantando com os que via nas noites de carnaval, usado por pessoas mais adultas, os bate-bolas tinham capa que encobria o corpo todo feito de paites dos pés a cabeça, tinha um babado grande em torno da cabeça, ou leques com luzes que piscavam, sombrinha tipo as de frevo, só que muito mais exóticas, com plumas, além dos adereços assustadores que era a famosa bola de socar no chão, que fazia um estrondo, o martelo de socar na cabeça dos outro que também tinha um apito bem incomodo. Tudo feito pra provocar espanto e encantamento total.

Bate Bolas


A gente confeccionava em casa um apito feito com pedaços de borracha de mangueira de lavar carro e plástico. Que quando assoprado, fazia um som esganiçado, alto, que apavorava ainda mais as crianças. Alias, nessa época, os assassinos do bairro, também costumavam usar essas fantasias, pra saírem as ruas e matar seus inimigos. Nisso não só as crianças tinham medo,mais os adultos também.


tive o meu 1° com 12 anos idade, troquei minha bike escondido da minha Mãe,

por um Clóvis da turma do gasparzinho.

quando cheguei em casa com o clovis e fale

i a verdade pra ela...

entrei na porrada !!! rsrs

(Boléro) capa usada pelos clóvis com diversos temas

nelas os desenhos eram formados por bordados d paetê

unhas coloridas e glíter


daí surgia as turmas

acostumavamos a trançar as bechigas com corda d varal!! rsrs

alguns deixavam as bexigas de boi de molho na água com sal grosso.

quem levasse uma bolada dessa sentia arder,arder e arder

rsrs...

Bate Bolas

fantasia carnavalesca característica dos subúrbios cariocas,

principalmente os das Zonas Norte e Oeste.

Infelizmente hoje ja quaze não existe mais!
hoje em certos bairros do Rio (quase todos)

é probido usar bate bolas com mascaras,
poiso indice de viôlencia chegou a um ponto,

que fez de uma fantasia a verdadeira face do terror! rsrs...




Mais o carnaval nunca perdeu seu encanto
(unico)


Image and video hosting by TinyPic

Related Posts with Thumbnails

1 COMENTARIO:

Anônimo disse...

Again Racional Says: Mandou bem camarada... mó nostalgia com teu relato... shooooooooowwwww!!!!